sábado, 15 de setembro de 2012

O jornalista Cláudio Humberto não sabe o que é "plural"

Por DiAfonso

Com  a nota abaixo, o jornalista Cláudio Humberto volta a perseguir, pelo viés do "português correto", o ex-presidente LULA.

A ridícula obsessão do jornalista tem nome: preconceito linguístico. Uma doença que afeta os puristas de uma língua que não resiste à realidade do português falado no Brasil.

O mais grave, porém, é Cláudio Humberto se valer de certas nomenclaturas e das normas da língua dita culta para cometer deslizes conceituais. Ele parece não saber nem o que é plural, pois separa essa flexão - própria das palavras variáveis, de um modo geral - do mecanismo de concordância. Como já foi dito aqui, o "plural" só toma vida no processo de concordância.

Só didaticamente é que se pode falar de "plural das palavras" isoladamente. O que não é o caso na nota ferina do jornalista.


2 comentários:

José de Lima disse...

Prezado DiAfonso,
Por falar em Cláudio Humberto, vc sabe me informa se ele tem curso de jornalismo? Sei que é formado em serviço social.
Aproveito seu comentário dizendo que ele não sabe o que é plural, tb tenho minha história para contar. Certa vez ele se aproveitou de uma gafe numa faixa do SINPRO-DF Usaram compareção em lugar de compareçam, (não deixa de ser uma falha grosseira), para deitar e rolar. Não aguentei, mandei-lhe um e-mail dizendo para ele dizendo que para ele fazer todo esse escândalo devia não errar, falando rezistro em lugar de registro. rsrsrsr! Depois disso consertou. De vez em quando dou-lhe umas com luvas de pelica, como outra vez ele se referiu a Cerqueira Cesar dizendo que fora presidente do Brasil. é aproveitei e mandei-lhe a correção, que ele fora presidente, por pouco tempo da província de São Paulo, naquela época assim se chamavam os hoje estados , vc sabe disso. Disse outra vez que tivesse cuidado quando atacasse o secretário Marcos Garcia, porque passava a impressão de que ele tinha inveja, pois sendo secretário do presidente Collor, não impediu que o PIG derrubasse-o do poder. E assim por diante, de vez em quando na hora de um programa que ele apresenta na BanDF. Assisto diariamente para polemizar, contestar, etc.
Tenha uma boa tarde.
Vc não está só.

Diógenes Afonso disse...

Olá, José de Lima!

Pois é. E não é só o Cláudio Humberto que anda fazendo essas presepadas com o discurso da norma culta para atingir o oponente. Há outros.

Grato pelo comentário. Abs!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...